tumblr_static_tumblr_background

Algo errado não está certo.

O que não é nada anormal na minha vida já que vivo atrasada. Esse post deveria estar saindo no sábado passado, mas eu estava/estou ocupada com provas e tal, então atrasei mesmo. Mas é aquele ditado, né, vamos fazer o que? Antes tarde do que nunca. Vamos lá!

Assim que iniciei a segunda semana fiquei louca para vir aqui contar a todos sobre o coração da cultura britânica, ou seja, a música. Logo de cara temos que falar um pouco sobre o que conhecemos e gostamos sobre música britânica e não tem esse que não conheça pelo menos uma banda, né? As melhores saíram de lá! Na atividade falei da banda Queen, que eu adoro e falei que essa banda era uma das mais fáceis para aprender inglês, assim como The Beatles. Também comentei sobre outras bandas, como OasisQueens of the Stone AgePhil Collins.

O vídeo da semana foi referente a um projeto chamado SoCo, onde dá a oportunidade de aprender mais sobre música, principalmente para jovens. Não só cantar, tocar e compor, como também sobre arte e pessoas de todas as idades são bem vindas. Senti como se esse projeto fosse um tipo de terapia e oportunidade de qualidade de vida para pessoas que poderiam estar em condições ruins. Queria eu ter uma oportunidade dessas aqui pertinho de mim. É a partir de estímulos assim que saem tantas bandas e cantores ótimos da Inglaterra. Como na semana passada, os exercícios foram baseados no vídeo sobre esse projeto.

E sobre a gramática, vi um pouco sobre Relative Clauses, que pode significar Orações Relativas. No começo achei um pouco complicado, mas depois de ler, reler e buscar em outras fontes, consegui entender pelo menos o básico e vou tentar explicar o que entendi.

Basicamente as Orações Relativas vão servir para identificar ou especificar sobre quem ou o que estamos falando. Para isso usamos os pronomes relativos. É mais ou menos assim:

Who/Whom

São utilizados quando nos referimos a pessoas.

Ex: I told you about who lives here. (eu contei a você sobre quem vive aqui)

Which

É utilizado para se referir a coisas

Ex: The dog which is barking is not ours. (O cachorro que está latindo não é nosso.)

That

Nesse caso o that significa que. Podemos trocar who por that em contextos mais informais em alguns momentos. Imagino que vamos aprendendo a usar melhor conforme vamos aprendendo.

Ex: The man that I helped is the boss. (O homem que eu ajudei é o chefe.)

Whose

Esse serve para indicar posse e pode ser traduzido como cuja, cujo, cujas, cujos (nesse contexto).

Ex: The dog whose owner is traveling is really sick. (O cachorro cujo dono está viajando está muito doente.)

Where/when

Essas duas indicam local e tempo, respectivamente.

Ex: This is the house where I grew up. (Está é casa onde cresci. | Está é a casa na qual cresci.)

Ex: I’ll never forget the day when I met you. (Eu jamais esquecerei o dia no qual te conheci.)

Só uma coisa bem importante: quando o pronome relativo estiver acompanhado imediatamente de um verbo, seu uso é obrigatório, mas se depois dele estiver um substantivo ou pronome, seu uso é opcional e podemos optar por usar qualquer um (lembrando que which serve para coisas e animais).

  • Pronome Relativo + Verbo = Sujeito —> uso obrigatório do Pronome Relativo.
  • Pronome Relativo + Substantivo/Pronome —> uso opcional do Pronome Relativo.

Para melhores explicações: AQUI, AQUI e AQUI.

Post sobre a primeira semana AQUI.

É isso, gente. Perdoem aí a demora, realmente tá complicado pra mim, mas tentarei melhorar da próxima. Se alguém quiser comentar um pouco sobre música britânica eu vou adorar. E qualquer coisa a complementar ou corrigir, fiquem a vontade. Pode ser que algo tenha passado devido a essa correria.

#Enjoy 🙂

Anúncios